sábado, 8 de setembro de 2007

Diário de Bordo Marrocos





"Fredy Taberna tinha um caderno com capas de cartolina onde anotava concienciosamente as maravilhas do mundo, e elas eram mais de sete: eram infinitas e multiplicavam-se." Luís Sepúlveda, As Rosas de Atacama
E que daqui a 12 dias regressem páginas cheias das maravilhas desse "bocadinho do mundo".

12 comentários:

Várias Paixões disse...

Vamos ver se,o que depois virá lá escrito será "ao mesmo nível" do que está por fora!!!
Sim pq está muito giro e caleidoscópico!!!Nem podia ser de outra maneira....

Lune disse...

Olá, está lindissimo e simples, como eu gosto. Espero que fique cheio de histórias lindas.
Beijocas
Lune

Joanita disse...

Está lindo mesmo, espero que escrevas muitas histórias lindas, maravilhosas e encantadas nele =)

*Beijoca,
Joanita

Colares & Co. disse...

Adorei o diário!!!

Esse livro é o máximo!!! Luis Sepúlveda, faz desfilar uma série de homens e mulheres com um H de humanidade muito grande. São as lembranças e as homenagens a pessoas que não figuram nos compêndios de história mas que são verdadeiros heróis, humanos, incansáveis revolucionários e coerentes até ao fim.

A primeira história que serve de mote ao livro fala-nos duma inscrição numa pedra no campo de concentração de Bergen, na Alemanha, onde se pode ler - "Eu estive aqui e ninguém contará a minha história" - nesse livro algumas destas histórias omissas são reveladas.

Beijinhos
Mary

Carla Delgado disse...

Marrocos.....quanta inspiração vais trazar na mala! Assim o espero.
Xi-coração

Cakau Bijus disse...

Se eu tivesse muito dinheiro...se eu pudesse...se, se, se, passava metade do ano em marrocos.
Vais trazer o caderno cheio de histórias, até porque lá para onde quer que olhes vais ficar inspirada, o colorido das medinas, dos azulejos e das portas.
Vais adorar

Beijocas

Ana

Isabel Aleixo disse...

Alô, Marrocos: daqui Alhandra.
Escuto.
...
...
...
Ai não dizes nada? Surda duma figa! Hás-de cá vir que digo-te coisas...
E não penses que é por «o raça do caderno» tar giro que não te livras dum raspanete!

Várias Paixões disse...

Opá sócia realmente o teu texto não deve estar explicito e todas pensam que tu foste para Marrocos e ninguém percebeu que foi só o (belo) diário feito por ti, que viajou, mas noutras mãos!!!!
Explica isso ás meninas...LOL

Colares & Co. disse...

Olá Ana!
Tenho um desafio literário para ti.

Beijinhos
Mary

***Gui*** disse...

Olá!
Não resisti a daixar comentário neste teu trabalho porque me chamou muito a atenção. Já tinha pensado fazer uma coisa deste género, mas o teu está, sem dúvida, espectacular!
Beijokitas doces ***

José Lima disse...

Passei para deixar um obrigado, pelo caderno, que por agora tem os tópicos por cada local por onde passei, pois não tinha tempo para escrever, apenas para conduzir, visitar os sítios e assimilar tudo, mas vai ter textos, em breve. (e obrigado pelos restantes componentes do Pack Viagem)

José Lima disse...

*

Cx/`